Buscar
  • Flávia Carvalho

MUDANÇAS


E quando paira no ar a energia do mudar?

Quando tudo começa a bem fluir para aquela desejada meta alcançar.

Quando parece que uma sincronia te impulsiona a numa certa direção caminhar.

Quando acontece uma magia, que a gente até desconfia do que os olhos estão a testemunhar.


Basta o passo, a decisão, o sim, para a nova sintonia do coração.

Esforço, nem foi preciso fazer.

Afinal, quando cai nas águas de um rio a correr,

a folha apenas se entrega, seguindo o rumo que aparecer.


Mas e o frio na barriga que dá ao perceber que é hora do velho lugar abandonar?

Insistentes, vêm a dúvida, o questionamento, o medo deste incerto movimento.

Será que é para lá mesmo que devo ir? E se me arrepender, e se algo melhor aparecer?

Devo guiar-me pela intuição e, sem muito pensar, seguir o que se abre na minha direção?


É que o andar deste mudar tão rápido parece estar, que chega a me assustar.

Como uma onda que vem, e já não dá mais pra não molhar.

Impossível correr, não há onde me esconder, e tenho que enfrentar.


Uma confusão começa a surgir e pensamentos a me consumir.

Um desconforto toma conta do meu corpo,

e não consigo ver com clareza o que aponta meu coração com destreza.


É, então, chegada a hora de parar! Respirar, perceber o ar entrar e me acalmar.

Para quê resistir a essa correnteza que veio com força e tanta certeza?

Por que não aceitar para onde o Universo quer me levar?


Reconexão com o sonho, com a meta, com a direção.

E assim, todos os fantasmas acolher, e a energia da flexibilidade absorver.

Sim! A mudança pode vir com facilidade e precisão,

Sou eu quem escolhe como me sentir diante de cada situação!


Se foi na leveza e agilidade do vento que ela chegou.

Agradeço, porque é sinal de que algo dentro já se transformou.

É que o rearranjo de fora só vem para ratificar uma nova consciência que já está a me alimentar.

Com confiança, pois, avanço. Saio do cômodo lugar, e abro-me para o novo que bate à porta e quer entrar.





Posts Relacionados

Ver tudo