• Carla Pepe

MÃES DEVERIAM SER ETERNAS


Ainda lembro do dia frio da chuva batendo daquele sentimento de partida dos dias de caos da terra molhada da despedida antecipada da falta que você me faz Achei teu caderno de receitas bolinho de chuva pavê de sobremesa tua letra, anotações mantém a chama acesa porque há dias de névoa sem fim tinha tanto a lhe dizer não foi possível você se foi assim os anos se passaram até hoje sinto tua ausência As mães deveriam ser eternas para acalmar nossa existência estou aqui com ouvido no chão para ver se escuto meu coração e as histórias que não cabem na minha certidão.

Destaques
Arquivos
Siga-me