• Carla Pepe

BENÇÃOS MATRIARCAIS


No sol que invade a casa

Escuto sons da minha ancestralidade

As matriarcas não se foram

Estão nas receitas que repasso

Nas paredes da casa

Na água para a matar a sede

e ajudar a manter a sobriedade

Elas estão no ventre fértil

que pariu ou não

no bebê que chora de agoniar o coração

Estão no fogo que se espalha

Nas flores que brotam no chão

Nas crianças que crescem nas comunidades

Elas não partem, estão na multidão

Nos cantos das mulheres

Na chuva que lava o sertão

Benção Vó

Benção mãe

Benção Madrinha

Bênção ó Terra que se recria

Elas estão aqui

Nas minhas letras

Na voz das netas

e das gerações que virão

Elas são o verbo,

O ato

Um aluvião

Bênção

Destaques
Arquivos
Siga-me