“Eu sempre me orgulhei de minha habilidade em formular uma frase. Palavras são, em minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de causar grande sofrimento e também de curá-lo.” J.K. Rowling

Espaço de Trabalho

Aqui, nós acreditamos no poder da escrita e da leitura como fontes de inspiração e canalizadores de afeto, para seres humanos que estejam abertos a acolher o nosso olhar sobre a Existência Humana.

Tratam-se de textos, poemas, crônicas e contos que irão levar você a refletir sobre os mais diversos temas. Sempre regados à essência feminina.

Muito prazer em ter você aqui!

Somos as Autoras do Bendita!

RUBIA ARCE
ANA REIS
MARIANA VELOSO
ISA MOTA
LAYLA DOS SANTOS
CARLA KIRILOS
FLÁVIA CARVALHO
DAYANE CARVALHO
BETH BRETAS
LEIDYANNE FERNANDES
CHRISTIANE COSTA
Show More

Clique na foto da sua colunista preferida para ler todos os textos dela

Buscar

SAUDADE

O Texto SAUDADE de Rubia Arce diz sobre o que temos sentido ao ficarmos afastados de quem amamos e leva a uma reflexão sobre o que escolhemo

DUAS MÃES

Ser mãe é algo que não está ligado ao útero ou a mulher, nem todas as mulheres desejam ser mãe, muito menos é necessário ter útero para isso. Uma das vias para a maternidade é gerar um filho e nem todos os filhos chegam por este caminho. No meu caso, a maternidade sempre esteve presente, desde o dia que soube que mulheres geravam filhos. Como diz minha esposa, quando nasci, não chorei, disse: "quero ser mãe"! Fui a filha caçula de uma família grande e por isso convivi com muitos sobrinhos. Cada vez que nascia uma criança eu ficava maravilhada. Teve uma época que nasceram três crianças em meses consecutivos, eu simplesmente pirava. Aos 11 anos dei o primeiro banho em uma sobrinha, ainda estav

PLANTANDO OS MELHORES SONHOS SEMENTES

Eu sou uma semeadora de felicidade. Sim! Esse é o meu propósito de Vida! Dentro do meu mais profundo EU grita essa verdade: Eu nasci pra ser FELIZ! E isso não é o suficiente! Depois de muitos anos entendi que eu preciso compartilhar com as pessoas, como elas podem fazer para que elas possam desenhar suas vidas, para serem felizes também. Acredito que ser feliz é uma questão de ESCOLHA. Como eu sei disso? Sei disso porque escolhi superar meus desafios com um olhar de que eles foram apenas instrumentos para o meu crescimento. Apenas isso, sem me sentir vítima ou culpada de nada. Cresci muito quando aos 19 anos perdi minha mãezinha na batalha contra a leucemia. Cresci quando tive que, junto com

PROPÓSITO DE QUARENTENA

Estou a quase um mês de quarentena, e esse texto é pra falar um pouquinho sobre os sentimentos que me atravessaram durante esse tempo. Comecei a ser “quarentener” no dia 19 de Março, aliada a uma TPM surreal e uma dorzinha no coração por conta de uma relação complicada que me envolvi. Mas calma, não é nada grave! Como diz meu psiquiatra, Dr. Marcelo: “De tempo em tempo, você tem um caso amoroso pra contar”! Então, partindo do princípio que eu estava bem ocupada, sofrendo do coração, e trabalhando arduamente nas minhas plantas e nas faxinas de casa, eu não percebi de cara a dimensão global dos últimos acontecimentos. A ficha demorou a cair. Passados alguns dias, com o aplicativo de mensagens

CHEIRO DE JASMIM

Com nervos a flor da peleTrancadaSou obrigada A me olhar Nada aqui dentro cala Tento não escutar. Fico em silêncio Para ver se tudo emudece No entanto, é no escuro que minha alma anoitece Não tenho para onde ir a não ser para dentro de mim Já coloquei até um jarro cheio de jasmim Para me ajudar no processo de me autoconhecer Luz e sombra até o amanhecer Sou eu essa mesma que me dei a conhecer Os silêncios que escuto Os barulhos que discuto Sobrevivendo neste mundo bruto Aqui dentro sinto cheiro de jasmim

GESTÃO DA EDUCAÇÃO EM MINAS NA CONTRAMÃO

Elementos críticos para a criação de comunidades de ensino inclusivo e eficaz. (Mota. Maria Luiza, Inclusão e Integração na Escola, julho 2004.) Os princípios da inclusão aplicam-se não somente aos alunos com deficiência ou sob risco, mas a todos os alunos. As questões desafiadoras enfrentadas pelos alunos e educadores nas escolas de hoje não permitem que se isolem e se concentrem em uma única necessidade ou em um grupo – alvo de alunos. Todos os defensores da melhoria das escolas para melhor atender às diferentes necessidades dos alunos, devem unir-se e reconhecer o princípio de que as boas escolas são boas para todos os alunos e, então, agir com base nesse princípio. Os elementos a seguir,

COTIDIANO, UM EXÍLIO DE NÓS MESMOS?

Ao desacelerar, um leque de oportunidades pode surgir para se observar a dinâmica diária, realizada, muitas vezes, de forma rotineira. O possível ato para visualizar de fora esse processo de entrar, permanecer e, muitas vezes, perdurar em um ciclo de repetições e mecanização de viver. São processos involuntários e automatizados que nos inserem em processos sociais e nos conduzem a uma grande e intensa inércia, muitas vezes, utilizada como fuga para sobreviver a nós mesmos. Essa ausência de sentir pode perpassar uma fuga íntima, um exílio interno, pela falta de acolhimento de nossas próprias vulnerabilidades. Como sabemos, o cotidiano é definido como algo que acontece todos os dias. Até aí tu

O QUE PRECISAMOS APRENDER COM A COVID-19?

Eu já estava com um texto quase pronto, falaria sobre o feminismo e toda a sua representatividade. Quando, assim como você, fui atropelada por tudo isso que estamos enfrentando. Dessa forma, acho fundamental trazer à tona um diálogo a respeito desse nosso inimigo invisível: O CORONAVÍRUS. E, sobre o que na minha singela opinião, tudo o que podemos aprender com ele. Quando surgiu o primeiro caso lá na China, ainda no final de 2019, a maioria de nós deve ter pensado: “Ah! Mas, é lááá na China. Do outro lado do Mundo, não deve chegar aqui...”. Pois bem, ele se alastrou de uma forma veloz, e chegou aqui, do lado de cá do Mundo. Segundo o Ministério da Saúde, no dia vinte e seis de fevereiro foi

Destaques
Arquivos