“Eu sempre me orgulhei de minha habilidade em formular uma frase. Palavras são, em minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de causar grande sofrimento e também de curá-lo.” J.K. Rowling

Espaço de Trabalho

Aqui, nós acreditamos no poder da escrita e da leitura como fontes de inspiração e canalizadores de afeto, para seres humanos que estejam abertos a acolher o nosso olhar sobre a Existência Humana.

Tratam-se de textos, poemas, crônicas e contos que irão levar você a refletir sobre os mais diversos temas. Sempre regados à essência feminina.

Muito prazer em ter você aqui!

Somos as Autoras do Bendita!

RUBIA ARCE
ANA REIS
MARIANA VELOSO
ISA MOTA
LAYLA DOS SANTOS
CARLA KIRILOS
FLÁVIA CARVALHO
DAYANE CARVALHO
BETH BRETAS
LEIDYANNE FERNANDES
CHRISTIANE COSTA
Show More

Clique na foto da sua colunista preferida para ler todos os textos dela

Buscar

CONVERSA DA PRIMEIRA HORA

As mesmas falas de intolerância, cansaço e desânimo, nas salas de professores, em reuniões de pais por anos a fio. Eu precisava fazer algo. Diante da exigência de implantar uma rotina produtiva e satisfatória nas salas de aula lotadas por alunos ligados à internet, agitados, de inclusão, com inúmeros problemas familiares, surgiu a “Conversa da primeira hora”. Tenho certeza de que o universo se incumbiu de colocar em meu caminho, pessoas como Caio Plínio e Lucas Veríssimo, e ferramentas como a “Lei de Pomodoro” que possibilitou o sucesso da Conversa de primeira hora. Também coloquei em prática a minha pequena experiência como contadora de história. Minha pretensão, em princípio, seria ident

LIBERDADE E RESPEITO

Você já parou para pensar em quantas vezes tentou ajudar alguém que não fosse você mesmo? Já refletiu sobre o número de vezes em que o seu ego falou mais alto e você se achou no direito de supor que as suas ideias e ações eram melhores para alguém? E, esse alguém nem era você mesmo. A gente tem a terrível mania de querer salvar o outro dele mesmo, como se soubéssemos como seria a melhor maneira da pessoa conduzir a própria vida sem nem aceitarmos o processo natural. Sem respeitar o livre arbítrio e o processo de aprendizagem e evolução que essa pessoa precisa passar. Costumamos dizer: “Se eu fosse você faria... / Se eu fosse você não faria...”. Acho essa frase de um egoísmo gigantesco. Porqu

Destaques
Arquivos